Google
Domingo, 28 de Outubro de 2007

Vodafone, TMN e Optimus respondem às perguntas mais frequentes acerca dos computadores portáteis


 

Desafiámos as três operadoras móveis a responderem às perguntas mais frequentes dos nossos visitantes acerca dos programas e-escola, e-professor e e-oportunidades, que facilitam a aquisição de computadores portáteis a alunos, professores e formandos do programa novas oportunidades.

 

Após recebermos as respostas da TMN, Vodafone e Optimus, que desde já agradecemos, estamos finalmente em condições de esclarecer as dúvidas colocadas pelos vários interessados nesta iniciativa que nos têm contactado.

 

Uma das questões que mais recebemos prende-se com a elegibilidade para o programa.

 

A iniciativa e-escola só abrange alunos que tenham entrado para o 10º ano? Poderão os restantes alunos ter a hipótese de se candidatar a este programa? E alunos universitários? Os alunos de 10º ano em regime nocturno e em cursos profissionais também estão incluídos?

 

A TMN esclarece que o programa se destina aos professores do ensino básico e secundário, a alunos que se inscrevem no 10º ano de escolaridade nos próximos 3 anos e aos trabalhadores em formação ao abrigo do programa Novas Oportunidades. Já em relação aos alunos do 10º ano em regime nocturno e em cursos profissionais, a operadora remete para o número de apoio do Programa Novas Oportunidades - 707 242 004.

Qualquer das operadoras, aliás, salienta que o processo de elegibilidade dos candidatos é da responsabilidade do Ministério da Educação e que, como tal, não estão a par de iniciativas, que o Governo possa vir a adoptar, para alunos universitários, alunos de outros graus de ensino, básico ou secundário, ou educadores de infância.

 

As questões relacionadas com os computadores portáteis em si e as questões técnicas a eles associadas também mereceram a nossa atenção.

 

Se fizer as contas às mensalidades da internet e ao período de fidelização, não pagarei o mesmo se comprar um computador portátil numa loja convencional?

 

“As mensalidades referem-se ao acesso à Internet em Banda Larga Móvel e são disponibilizadas em condições especiais face aos preços de mercado.” responde a Vodafone. “As mensalidades referidas não são destinadas à liquidação do valor de mercado do computadores portátil que, por sua vez, também é disponibilizado em condições especiais face aos preços de mercado.”

 

A TMN vai mais longe e faz as contas. “O computador portátil custa 150€ e inclui a placa de acesso à banda larga TMN sendo este o único custo de aquisição do equipamento" esclarece Susana Ramos, da TMN. "A oferta inclui um tarifário de acesso à internet que custa entre 5€ e 17,5€ por mês consoante o tipo de beneficiário e o valor da mensalidade cobrado corresponde ao pagamento de um serviço que é prestado pela tmn, que neste caso, é o serviço de banda larga.”

 

Já a Optimus faz questão de informar que a oferta disponível é composta por um computador portátil e por um equipamento de acesso em Banda Larga Kanguru, por um custo de apenas 150€ e que os estudantes inscritos na Acção Social Escolar e os alunos pertencentes a um agregado familiar com rendimentos baixos não terão de pagar nenhum valor de entrada pelo computador portátil e equipamento de acesso à Internet.

 

Vão estar disponíveis no futuro computadores portáteis com software livre, LINUX/Openoffice? E Macintosh?

 

Ao contrário da Vodafone Portugal, que está a estudar todas as alternativas e vários fornecedores para os computadores portáteis, a TMN diz desconhecer qualquer possibilidade de serem disponibilizados computadores portáteis com software livre e iniciativas que contemplem Macintosh, enquanto Alexandre Conceição, da Optimus, garante que essa hipótese não está prevista na iniciativa.

 

O acesso à internet é um ponto central nesta iniciativa e também nas dúvidas dos nossos visitantes.

 

Já pago acesso à internet em casa. Compensará aderir a esta campanha, tendo de pagar mais um acesso?

 

A TMN explica que ao aderir ao programa e-escolas, o Cliente pode usufruir de todas as vantagens do serviço de Internet TMN, entre elas a navegação na Internet em total mobilidade e de forma simples, com velocidades idênticas aos operadores de rede fixa e em mais de 1000 hotspots PT-Wi-Fi.

 

Também a Vodafone se remete para as vantagens de aderir a esta campanha, salientando que “dadas as características de mobilidade, poderá utilizar o acesso à Internet em qualquer lugar, com toda a versatilidade.”

 

Já a Optimus lembra que não está previsto a passagem de contratos actuais para o programa em causa, visto estarem apenas contempladas novas activações.

 

Em relação a acessos mais rápidos (3.6 Mbits), todas as operados esclarecem que estes não estão abrangidos pela iniciativa.

 

O acesso à internet pode ser utilizado noutros computadores ou só naquele a que foi atribuído?

 

“A Placa de banda larga TMN” diz a operadora móvel “pode ser utilizada em qualquer computador, desde que este reúna os requisitos mínimos que são necessários”, ao contrário da Vodafone que aconselha que o “acesso à Internet disponibilizado no âmbito desta iniciativa deverá ser utilizado, preferencialmente, no computador portátil que for atribuído.”

 

As questões relacionadas com o período de fidelização também foram uma constante.

 

Qual é o período de fidelização e o que acontece no fim?

 

O período de fidelização é de 12 meses para os trabalhadores em formação e de 36 meses para os alunos e professores.

 

Ao fim desse período, os clientes Vodafone poderão optar por qualquer das ofertas disponibilizadas pela Vodafone Portugal, em vigor nessa altura.

 

A TMN permite também a possibilidade de manter o serviço de banda larga ou alterá-lo, conforme o cliente entender, sendo o tarifário em vigor a partir desse momento aquele que reúna as mesmas condições do tarifário no final da fidelização, mas sem os descontos associados. Por exemplo, caso tenha o Banda Larga Light com desconto de 5€, fica com o tarifário que exista na altura que tenha as mesmas condições (1 GB) mas sem o desconto.

 

Quanto aos portáteis, estão pagos e pertencem a quem aderiu à iniciativa. Os alunos do 1º e 2º escalões, onde não existe lugar a qualquer pagamento pelo computador, passam a ter posse do portátil após a conclusão do 12º ano.

 

Finalmente, se for professor e estiver interessado na campanha, deve começar por dirigir-se à Secretaria da escola onde lecciona, pedir o código de activação e registar-se  em www.eescola.pt . A TMN e a Optimus também disponibilizam serviços de pré-registo. Pode consultá-los nos respectivos sites.

 

Tal como nos foi salientado pelas várias operadoras, há questões que lhes são alheias e caem dentro das responsabilidades do Governo, pelo que enviámos estas mesmas perguntas para o Ministério da Educação, as Novas Oportunidades e o Governo, através do Plano Tecnológico.

As entidades remeteram-se ao silêncio deixando-nos, assim, ainda com algumas perguntas por responder.

5 comentários:
De inini a 10 de Março de 2010 às 14:44
o meu telemovel nao liga e gostava de saber o que se passa pois quando eu meti um cartao de memoria ele começou a "dizer"»nao permitido». gostava que me respondessem rapido. obrigada
De Ariana Novo a 28 de Janeiro de 2009 às 15:01
Quanto é k xe paga pur mex u kmputador???
rexpondam
ubrigada....................................................................................................................!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!rexpondam mxmu pur favor.......tenhu k xaber antex k ux kmputadorex exgtem!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!:.............................................................................
De Anónimo a 26 de Fevereiro de 2010 às 18:29
A escrever numa língua não universal, poucas pessoas poderão responder à dúvida colocada. Fico triste ver alguém assassinar assim o português e se houver forma de reeducar quem renega a sua língua oficial, deve começar por não se responder a este tipo de mensagens...
De susana dias a 29 de Dezembro de 2008 às 00:20
Frequento um curso pelas Novas oportunidades na escola de letras e ciências no Porto, dá equivalência ao 12º ano. Terei direito a pedir o portatil por esta modalidade? já perguntei na escola e eles dizem que não têm as senhas para nos fornecer. o que tenho de fazer para obter esclarecimento? Obrigado
De ddiss a 19 de Outubro de 2008 às 18:35
gostava de sabe como é que epois de termos feito o contrato digital acedemos a nossa conta uma vex que so temus u id i nao temus a passe...quel é a nossa pass???

Comentar post