Google
Quinta-feira, 11 de Janeiro de 2007

Educação Sexual nas Escolas

Todas as escolas deverão avançar com projectos de educação sexual até Junho, passando a dedicar à matéria pelo menos uma aula por mês, recomenda o Grupo de Trabalho para a Educação Sexual (GTES) constituído pelo Governo para reformular o ensino desta área.

No relatório entregue segunda-feira ao Ministério da Educação (ME), o grupo de trabalho presidido pelo psiquiatra Daniel Sampaio estabelece que "a efectivação, no mínimo mensal, de sessões sobre sexualidade e respectiva avaliação é obrigatória" em todos os estabelecimentos de ensino, entre o 2.º ciclo do Ensino Básico e o Secundário.

"Propomos que todas as escolas tenham até ao final do ano lectivo um projecto de educação sexual que consagre, pelo menos, uma sessão mensal. São os objectivos mínimos que definimos", afirmou Daniel Sampaio, em entrevista à agência Lusa.
Categorias: